filmes Publicado em 1 de fevereiro de 2017

Lista de filmes para ampliar visões sobre sexualidade e relações de gênero

Contribue com essa lista!
Envie sugestões de filmes e outras informações para transas@transasdocorpo.org.br .

A Cor Púrpura (EUA, 1985, Steven Spielberg). Assunto predominante: Abuso sexual e relações familiares. Sugestão enviada pela administradora Vanilde P. Ramos, visitante do nosso site.

A excêntrica família de Antônia (Holanda /Bélgica/Inglaterra, 1995, Maleen Gorris). Assunto predominante: gênero, mulheres e suas relações.

A Insustentável leveza do ser (EUA, 1988, Philip Kaufman). Assunto predominante: Relações de amor e política.

Amigas de colégio (Suécia, 1998, Lukas Moodysson). Assunto predominante: sexualidade na adolescência; despertar para um amor lésbico.

Amores e outras catástrofes (Australia, 1996, Emma Kate Croghan). Assunto predominante: relações de gênero e sexualidade na juventude universitária.

As Bostonianas (Inglaterra, 1984, James Ivory). Assunto predominante: O filme, baseado no livro de Henry James (1886), narra a trajetória do feminismo nascente, na Nova Inglaterra pós-guerra civil, nos EUA.

As horas (EUA, 2002, Stephen Daldry). Assunto predominante: gênero e mulheres; literatura (baseado na obra Ms. Dollowey de Virginia Woolf).

Beleza Americana (EUA, 1999, Sam Mendes). Assunto predominante: relação conjugal; gênero e sexualidade no conflito de gerações; homofobia.

Billy Eliot (Reino Unido, 2000, Stephen Daldry) Assunto predominante: Gênero e classe; identidade sexual; dança (um garoto faz ballet).

Chocolate (EUA, 2000, Lasse Hallström). Assunto predominante: gênero, sexualidade e amor; relação mãe e filha; descobertas, transgressões.

Delicada atração (Inglaterra, 1996, Hettie Macdonald). Assunto predominante: juventude e sexualidade masculina; homoerotismo.

Desejos proibidos (EUA, 2000, Jane Anderson). Assunto predominante: homossexualidade feminina em três épocas históricas diferentes e seus contextos políticos.

Eternamente Pagu (Brasil, 1987, Norma Bengell). Narra a trajetória biográfica e política de Pagu e outras personalidades da época, como Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral.

Felicidade (EUA, 1998, Todd Solondz). Assunto predominante: abuso sexual, gênero e sexualidade no contexto da decadência americana.

Felizes juntos (Wong Kar-wai, 1997, Hong Kong). Assunto predominante: homossexualidade masculina.

Frida (EUA, 2002, Julie Taymor). Assunto predominante: biografia da artista Frida Khalo; amor, relação homem-mulher; homoerotismo feminino.

Gaiola das Loucas (EUA,1996, Mike Nichols). Assunto predominante: homossexualidade masculina.

Garota, interrompida (EUA, 1999, James Mangold). Assunto predominante: gênero, sexualidade; transgressão e loucura do ponto de vista da repressão institucional.

Garotos não choram (EUA, 1999, Kimberly Peirce). Assunto predominante: sexualidade, identidade sexual e de gênero através da experiência de um/a transgênero; violência. EUA.

Geração Roubada (Austrália, 2002, Phillip Noyce). Assunto predominante: Opressão cultural e situação feminina. Sugestão enviada pela administradora Vanilde P. Ramos, visitante do nosso site.

Íris (Inglaterra, 2001, Richard Eyre). Narra a trajetória biográfica de Íris Murdoch, escritora e filósofa inglesa, sua relação com os homens, e seu casamento, até a morte por Alzheimer em 1999.

Jogo perigoso (EUA, 1986, Anthony Page). Assunto predominante: identidade sexual e gênero; tênis e transexualidade (um/a jogador/a de tênis famoso/a passa pela mudança de sexo).

Lolita (EUA, 1997, Adrian Lyne). Assunto predominante: adolescência; relacionamento inter-geracional.

Madame Satã (Brasil, 2002, Karim Aïnouz). Assunto predominante: identidade sexual, negritude, preconceito, política e arte.

Maurice (Inglaterra, 1987, James Ivory). Assunto predominante: amor e sexualidade; homossexualidade masculina.

Minha vida em cor de rosa (Bélgica, 1997, Alain Berliner) Assunto predominante: identidade sexual e gênero.

Morangos e chocolate (Cuba/México/Espanha, 1994, Tomás Gutiérrez Alea e Juan Carlos Tabío). Assunto predominante: política, repressão, homofobia e homossexualidade masculina.

O closet (França, 2001, Katharine Houghton). Assunto predominante: homofobia, relações familiares e sexualidade.

O oposto do sexo (EUA,1998, Don Ross). Assunto predominante: sexualidade; homossexualidade masculina.

O Padre (Inglaterra, 1994, Antonia Bird) Assunto predominante: religião e sexualidade; homossexualidade masculina. Inglaterra.

O Sorriso de Mona Lisa (EUA, 2003, Mike Newell). Assunto predominate: Conservadorismo, resistência e relação professora – aluna. Sugestão enviada pela administradora Vanilde P. Ramos, visitante do nosso site.

Plata quemada (Argentina, 2000, Marcelo Piñeyro). Assunto predominante: homossexualidade masculina; violência. Argentina.

Priscila, a rainha do deserto (Austrália, 1994, Stephan Elliott). Assunto predominante: homens e sexualidades; identidades e relações familiares.

Procura-se Amy (EUA, 1997, Kevin Smith). Assunto predominante: gênero e sexualidade. Homossexualidade feminina; bissexualidade.

Quando a noite cai (Canadá, 1995, Patricia Rozema). Assunto predominante: amor e sexualidade. Homossexualidade feminina.

Regras da vida (EUA, 1999, Lasse Hallström). Assunto predominante: trajetória de um rapaz que vive em um orfanato; gênero, sexualidade e aborto; religião, moral e ciência.

Será que ele é? (EUA, 1997, Frank Oz). Assunto predominante: identidade, homossexualidade masculina.

Sexo, mentiras e videotape (EUA, 1998, Steven Soderbergh). Assunto predominante: sexualidade e relação homem-mulher.

Sob o sol de Toscana (EUA, 2003, Audrey Wells) Assunto predominante: Divórcio e recomeço. Sugestão enviada pela administradora Vanilde P. Ramos, visitante do nosso site.

Thelma e Louise (EUA, 1991, Ridley Scott). Assunto predominante : cultura e sociedade, relação entre mulheres, gênero e violência.

Tomates Verdes Fritos (EUA / Inglaterra, 1991, Jon Avnet). Assunto predominante: cultura e sociedade, relação entre mulheres, gênero e violência.

Três formas de amar (EUA, 1994, Andrew Fleming). Assunto predominante: Relações amorosas. Sugestão enviada pela administradora Vanilde P. Ramos, visitante do nosso site.

Tudo sobre minha mãe (Espanha/França, 1999, Pedro Almodóvar). Assunto predominante: relações familiares e sociedade; sexualidade, soropositividade e AIDS.

Um amor quase perfeito (Itália, 2001, Ferzan Ozpetek). Assunto predominante: amores, sexualidades, identidades.

Virgina (Yugoslavia, 1991, Srdjan Karanovic). Assunto predominante: Gênero.